06
abr
15

A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos. (Pablo Picasso)


linhas

Um leve começo para abstração, uma obra para ser abstrata não deve conter formas figurativas, segue um estudo realizado na faculdade de Belas Artes, onde restos de fotografias que tirei na Casa Modernista (lá me emocionei vendo um vídeo contando a história da construção daquela casa…) foram recortadas formando um patchwork com linhas retas, horizontais, verticais, inclinadas, círculos e uma textura feita com a ponta seca do compasso, vários tons de cinza surgiram nessa experiência,  há… como é difícil construir algo abstrato…

Anúncios

0 Responses to “A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos. (Pablo Picasso)”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Ilustres visitantes

  • 232,405 hits
abril 2015
S T Q Q S S D
« mar    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Atualizações Twitter


%d blogueiros gostam disto: